sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Entretanto!

Entretanto recebemos uma nova proposta de acordo e alteração do regime de visitas. Como a qualifico? Indigna!
A mãe do Gonçalo propõe que as visitas do meu filho a Portugal sejam reduzidas de quatro para uma, i.e., o Gonçalo viria a Portugal uma vez por ano entre Dezembro e Janeiro e, durante esse período ficaria alguns dias comigo mas…agora riam: sem prejuízo das consultas médicas! Ou seja, se a mãe do Gonçalo marcar 8 dias de consultas eu fico com menos 8 dias de visita!!!
Quer dizer: Alguém um dia acordou e imaginou que eu aceitaria ver o meu filho uma vez por ano!
Pior…diminuem as visitas ao pai mas triplica a pensão de alimentos!?
Não é uma questão de dinheiro…é uma questão de insensibilidade e falta de senso!
Naturalmente rejeitei aquele acordo. Aliás, volvidos quase seis anos de incumprimentos não estou disposto a aceitar qualquer proposta de acordo salvo se me for dada a mim a responsabilidade de cumprir, i.e., fico eu com a guarda e poder paternal do Gonçalo e, desta forma garanto que ele vê a mãe, os irmãos e os avós maternos sempre que estes pretendam e seja possível do ponto de vista prático.
Acordos são feitos com pessoas de bem, com pessoas que cumprem e nunca falham de forma intencional.
Acordar nesta fase seria premiar uma incumpridora! É chegada a hora do Tribunal, através dos Senhores Magistrados decidir sobre o incumprimento. O Tribunal deverá decidir se há ou não incumprimento e, caso haja deverá punir os incumpridores. Não facilitarei o trabalho de ninguém!
A partir do momento em que esteja fechado o processo de incumprimento partirei, sem desistir na luta pelo poder paternal do Gonçalo.
Confio pelo menos na nova legislação que vem criminalizar a alienação parental!
Morro de saudades do meu filho mas, estou certo…vamos chegar a “bom porto”.

21 comentários:

Rita disse...

concordo plenamente contigo... eu tbm nao aceitaria nenhum acordo desse genero!! depois de tantos incumprimentos, quem garante q desta vez seria diferente???
já lutaste tanto q seria deitar tudo por terra agora...
muita força!!!!

beijocas nossas

www.luanaedaniel.blogspot.com

Carla e Diogo disse...

Acho bem que não aceite o acordo! Até agora quem nunca o cumpriu foi a mãe... vêr o filho uma vez por ano?!

Nós os cinco disse...

OLÁ Sérgio!
Pois é passava na cabeça de alguém que tu ias aceitar??
Valha-me Deus então depois de tanta luta contentavas-te com a visita anual do Gonçalo?? Só mesmo a mãezinha dele...e o pior é que o tempo vai passando e não se resolve nada de positivo! Mas Fazes muito bem, não desistas e Luta pelo poder paternal!
Tudo se há-de resolver!
Força e Felicidades!
Já agora e com o João ta tudo a corre bem??

Sandra Silva disse...

Ainda hoje se parte do principio que os filhos devem sempre, salvo rarissimas excepções, ficar com a mãe. E depois temos este resultado. Eu tb sou mãe, mas a não ser que o pai do meu filho fosse um criminoso, era incapaz de tomar esta atitude. Força. A razão é dos justos.

Sandra

Nós... disse...

Sim sr!!!
Concordo 100%!
Não há acordos para incumpridores,ponto!!!

Espero que o bom porto, já esteja à vista :) e para breve

Beijinhos nossos

Cindy disse...

Inadmissível!
Sinceramente, não sei o que já teria feito no seu lugar!
Um beijo e bom fim-de-semana!

Mamã e Tesourinhos disse...

Vou-me rir para não chorar... Que tristeza... só mesmo para passar o tempo e fazer querer que até quer chegar a um acordo...
Fica bem.
Bjs.
P.S.: Quanto ao Pipo, a doença não cria nenhum mal estar, excepto se tiver febre que, felizmente, ainda não apareceu, por isso ele está 5* ;).

Cresce barriguita...cresce!!! disse...

O AMOR POR UM FILHO....!!!!
É LINDO NÃO É????
e ser privado de estar com um filho que amamos incondicionalmente....???? DEVE SER DOLOROSO DEMAIS....MASI QUE QQ OUTRA COISA....
MUITA FORÇA, MUITA CORAGEM, E ESPERANÇA QUE UM DIA TUDO IRÁ SER COMO DEVIA!!!
MIL BEIJINHUSS

kel disse...

Olá!
Depois do que li acho que fazes muito bem em não aceitar. deviam ter vergonha em propor uma coisa destas!
Acredito que tudo se vai resolver. muita força!
beijinhos a ti, a tua esposa e ao vosso lindo João que espero que esteja a crescer bem e saudavel.

Filipa disse...

Sergio,

Acho que estiveste muito bem a recusar esse acordo que é em si mesmo ... insultuoso!!

Mas já que o mesmo te foi proposto, é porque partiram do principio que o mesmo era passível de ser aceite (a não ser que o objectivo fosse apenas passar mais algum tempo) e por isso, que tal sugerires esse acordo, mas ficando tu, com o poder paternal e ficando a mãe com a possibilidade de ver o Gonçalo apenas uma vez por ano?

Que argumentos poderia ela utilizar para o recusa este fantástico acordo?

Creio que ainda assim, invertendo os papeis, o acordo nunca seria vantajoso para o pequeno Gonçalo que deveria ser criado/educado/amado por ambos os progenitores numa relação próxima, saudável e sem pressões!!!

Espero sinceramente que consigas resolver esta situação, pois imagino a ansiedade em que vives e que sentimentos/emoções passarão pela cabeça do teu menino!!!

Beijinho Grande para todos vocês!!!

Liliana disse...

Como ja tinha dito, eu tambem nao aceitaria nenhum acordo muito menos esse acordo...ainda bem que falaste com o Gonçalo...e tal como vos disse ontem, FORÇA
Pensamento positivo, em breve o Gonçalinho estara na vossa companhia

Beijinhos a vos

Eu disse...

Quanto à proposta feita, nem sei como a qualificar...
Força e determinação. Um dia os Srs Magistrados deste país ainda vão acordar e cheirar as mudanças da sociedade.
Um abraço de alguem que continua a lutar contra o sistema.

Ricardo Hollerbusch disse...

Inacreditável, inacreditável. Que espécie de acordo é esse? Andamos todos mergulhados num filme Kafkiano.Forte abraço.

Blubina disse...

É assim mesmo! Nada de novo acordos com quem não cumpre os existentes!
Admiro-te por não desistires desta luta e entristeço-me por tantos pais que desistem dos filhos!
Boa sorte!

IsabelCunha disse...

Deve ser uma dor... nem consigo imaginar! Espero sinceramente que venças essa guerra o mais rapidamente possível, pois quem está a sofrer é o Gonçalo que nem o pai, nem a mãe tem presentes... que situação terrível!
Boa sorte!

Sol disse...

Bom, não sei se a proposta apresentada para um acordo, é sequer digna desse nome... Lamento muito em particular pelo Gonçalo que, não é orfão, tem pai, mãe, avós e pessoas que se preocupam genuinamente com ele e, no fim, está ao cuidado de estranhos, num país que não é o dele, longe de todos os que lhe são mais queridos. Não percebo muito de leis, mas tudo junto e encadeado, certamente haverá bases para uma queixa crime. É que não há necessidade absolutamente nenhuma do sujeitar o Gonçalo a este "castigo". Em boa verdade, nem sequer se pode queixar ou defender ... :(

Não desistas de lutar pelos teus direitos, pelos dele e pelo que é, sem sobra de dúvida, certo! Um beijinho com muita coragem.

As Minhas Pinxesas disse...

Desculpem lá mas a mulher é doida.
Se ela fosse uma mãe nunca estaria cá e um filho noutro país, sem nenhum dos pais.
Luta sim, pede a guarda, ela não merece nenhum acordo, custa-me engolir estas mulheres serem chamadas de mãe.
As veses nem sei o que vos dizer porque fico tão revoltada com estas situações, que ainda digo algo que não devo.
Se um dia me separa-se do meu marido, nunca poria os meus odios ou interesses á frente do bem estar das minhas filhas.
Força e que bem depressa se resolva este assunto para o teu menino finalmente ter a estabelidade e o amor do pai como merecem todas as crianças.
Jinhos
Xana

Kelly disse...

É preciso ter lata... 1 vez por ano, mas se não coincidir com a ida anual ao dentista que por azar iria ser marcada mesmo, mesmo nessa altura, não?
Realmente acho que nenhum acordo desses merece consideração!
Devem pensar que os outros são "tapadinhos", não?
E já agora porque não acordar visitas só por web camera? mas só se não tiver nada marcado....sinceramente!
Força Sérgio, é só mais uma etapa aborrecida....

Maria Carloto disse...

Isso é um acordo? =\ Luta pelo Gonçalo porque tens força para isso! Ele merece ser feliz junto de quem realmente gosta dele!!
Maria
http://gavetadamia.blogspot.com/

Cláudia, Pimpo e Pimpa disse...

Isso não pode ser chamada de Acordo!

Sinceramente.

Muita força.
Bjs Cláudia

Liliana disse...

Passei para vos deixar um grande beijinho

Ja ha mais novidades?