segunda-feira, 14 de julho de 2008

O comentário que recebi!

Na sequência da mensagem anterior recebi o seguinte comentário (que transcrevo) em relação ao qual, naturalmente tenho uma palavra a dizer:
«vais falando...é o que podes ter de momento...e com sorte..mais do q isto...com sorte veras entao o teu filho em dezembro...angola é tao longe nao da para andar de uma ldo para o outro,...alem de caras que sao as viagens..lol»
Por certo perda de tempo de alguém sem tempo ou o que fazer durante o seu tempo! Na verdade, confesso-me surpreendido por um comentário deste tipo. Não parei e não vou parar para pensar no eventual autor da mensagem. Surpreende-me a forma mal escrita do comentário e, a primeira coisa que me ocorreu foi: Já não se aprende a escrever bem o português nas escolas! Bom...para bem escrever é necessário ler. Ler muito. Aqui fica, desde já um conselho ao anónimo que deixou este comentário. Por favor dedique algum tempo à leitura para, de futuro conseguir escrever em bom português.
Quanto ao conteúdo da mensagem resta-me lamentar. Quanto a mim o dinheiro não é, e não dá razão. Viajarei para Angola e pagarei as viagens do meu filho a Portugal desde que tenha a garantia de o ter junto a mim. Além disso, estar com o Gonçalo não é uma sorte, como refere o anónimo, é, antes, um direito, um dever que, necessariamente deverá ser assegurado pelas instâncias competentes. Como bem se diz "O desconhecimento da lei não aproveita a ninguém" e "A ignorância é muito atrevida".
Caro anónimo, por favor, de futuro despenda o seu tempo em algo útil, empreendedor e em prol do seu bem. Obrigado pela sua visita, volte sempre, serão bem vindos os comentários construtivos ainda que, eventualmente contrários ao que aqui se escreve. Hoje, excepcionalmente aceitamos esta sua mensagem apenas para servir como exemplo, exemplo do que, salvo o devido respeito, nunca se deve fazer!

12 comentários:

MamãdaDiana disse...

"sorte" ???

tal como tu chamo-lhe direito...

Direito de ser pai... Realmente

A educação do Gonçalo muda de ano para ano, o ano passado convinha ser como em Portugal, este ano convem ser o sistema de ensino de Angola... Não dá para entender...

Força

Mar disse...

Boa resposta a esse anónimo, assim é que é.

Fico muito contente por teres falado novamente com o Gonçalo. Realmente o que pensavas e o que ele te diz não faz sentido, mas com a continuação das vossas conversas telefónicas conseguirás descobrir mais coisas.

Bjs

Kelly disse...

Sérgio, não dá para ir lá com uma testemunha e ver o que se passa ao certo?
Eu ficaria angustiada..
Tem o direito de saber do Gonçalo, tudo com pormenores...
É revoltante a "leveza" e insensibilidade com que certas pessoas vêm este assunto...

molimpya@hotmail.com disse...

Bem respondido Sergio! Esse anonimo de certeza que não é pai ou mãe, caso contrario não falava assim, enfim ha gente feliz com a infelicidade dos outros, é triste mas é verdade. Fico feliz por saber que voltou a falar com o pequeno Gonçalo, mas eu tambem acho muito estranho as coisas com o Gonçalo mudarem de ano para ano e como mais convém á mãe. Quanto ao ia a Angola eu se fosse a si ia mas com muito cuidado e cautela porque aquilo la não está nas melhores condições e a segurança é muito pouca ou mesmo nula. Devo-lhe também dizer que concordo com um comentário que já aqui foi feito, cá para mim a "mãe" do Gonçalo deve de ter aceso ao blog. Mas continue a sua luta, muita força, coragem e nunca desista!
Abraços

Elisabete disse...

Há sp e haverá sp pessoas a kem lhes falta sensibilidade e bom senso.

Concordo k com a continuação dos vossos contactos acabará por "descobrir" muitas mais coisas k enventualmente poderá apresentar em defesa da sua posição perante o Tribunal...um relatório, provas k o Gonçalo precisa e devia de estar com o pai, aki, em Portugal, no seu país, rodeado de amor e carinho, liberdade e no aconchego da família.
Força!

gosto-muito-de-voce-leozinho disse...

toma cuidado para que este blog não se torne uma ataque à mae do Gonçalo...tu nada ganhas com isso...passo a passo estas a conseguir contactar com ele e esse é o caminho...o tribunal de menores pouco ou nada fara pela situação...Acredita...

Sandra Silva disse...

Acima de tudo é um direito do Gonçalo que com toda a certeza nem deve ter tido direito a uma opinião sobre a sua subita viagem para Angola.

Fico contente que tenhas falado com ele. O contacto, ainda que telefónico, muito importante.
Desejo que recuperes a tua felicidade junto como teu filhote.

Nice disse...

Foi através do Clube Mummy que aqui cheguei, gosto sempre de deixar presente as minahs fontes! Acho-o um Homem de H muito grande, porque não são todos os pais que sabem sê-lo e o senhor, apesar das injustiças de que tem sido alvo, só mostra que será Pai para Sempre.
Quanto a esse "triste" comentário que lhe deixaram, só mesmo de um anónimo, porque alguém de cara lavada sabe o que diz, sorte para um pai ver um filho?
Um pai, é igual a uma mãe, aliás, apesar de ser mãe, acho que a legislação portuguesa é demasiado injusta para os pais, seres que sem eles JAMAIS existiria um filho!
Um filho é um fruto que nasce de 2 Seres, a mãe e o pai!
Seja forte, muito forte, o Gonçalo precisa de si e quando um dia também ele for um grande homem, vai perceber pelo que passou!

kel disse...

Nem vale a pena ligar a este tipo de gente que deixa esses comentários e nem se identifica, ainda por cima cobarde!
Tu tens o direito de ver o teu filho sempre que quiseres! és pai e isso ninguém vai mudar!
Que bom que tens pelo menos conseguido falar com o teu filhote, fiqeui feliz por ti e espero que os contactos continuem! continua com essa força!

Anónimo disse...

" perdoai que eles nao sabem o que dizem "

é o que realmente me ocorre ao ler esse comentario, tenho pena dessa pessoa tao desprovida de sentimentos.

TITA
KIKO
VI

A vontade move mundos.

Shakti disse...

Não vale a pena dares ouvidos a esse comentário...apenas vale continuares a lutar por um direito que te pertence!!!

bjs

filipa disse...

Olá Sergio,

O comentário que te foi deixado não merece da minha parte qualquer consideração. Fiquei com a ideia que foi escrito por alguém do outro Continente!!!

A tua resposta não podia ter sido mais simples e objectiva ... mas se a pessoa que a escreveu, tiver tanta capacidade de entendimento como capacidade para a escrita, ainda deve estar agarrada ao dicionário (se souber o que isso é) a tentar decifrar a mensagem!!!

Um beijinho