quinta-feira, 6 de maio de 2010

Confirmado!

Confirmado: Mais uma conferência de pais para o dia 6 de Julho de 2010!
Será possível admitir que isto aconteça? Continuamos aqui, de conferência em conferência, de data em data, de falta em falta e, em boa verdade sem decisão alguma e sem que eu veja o Gonçalo!?
Qual a vantagem de ter recorrido a um Tribunal para ver cumprido o acordo? Não teria sido mais fácil eu próprio incumprir?
O que me aconteceria se, por hipótese eu deixasse de pagar a prestação de alimentos? Bom, neste caso, atenta a falta do vil metal quiça alguém tomaria uma rápida decisão. Ao contrário, como estão em causa emoções, sentimentos, vidas de pais e filhos a decisão tarda, e tarda e volta a tardar!

4 comentários:

kristina disse...

Pois eu optei por isso não pagar !
Mais por uma questão para ver se iam eles a tribunal reclamar o pagamento mas não , não o fizeram!
Por isso continuo eu tambem a espera de uma decisão! Isso decições não tomam só dão parecer não acha?
Porque se fossem decisões teriam que se cumprir como nada acontece aos incumpridores costumo dizer que são pareceres ou sugestões.
Se houvesse juizes com corragem !Isso sim porque se os houvesse não acontecia isto e o nosso sofrimento acabava , mas eles chegam a casa e têem lá o seus filhos queridos querem lá eles saberem da nossa dor!

Filipa disse...

Sergio,

Continuo por aqui, sempre atenta e interessada em acompanhar o desenrolar desta delicada situação, que tanto sofrimento te provoca, mas incapaz de arranjar palavras para exprimir a minha descrença na (in)justiça Portuguesa.

Beijinhos carregados de força e esperança

, mas não consigo

fénix renascida disse...

Nisso tens razão...

mamie2 disse...

Como é possível? Como é que se pode falar em Justiça?

Boa sorte, continua a lutar! do lado de cá estamos muitos a torcer por ti, mas especialmente pelo teu Gonçalo!

(tenho esperança de um dia destes aqui vir ler uma sentença realmente justa!)