terça-feira, 15 de setembro de 2009

Minutos de conversa...

Depois de muito insistir, depois de passar dias a ligar para os números que me foram facultados, depois de enviar várias mensagens escritas consegui, finalmente falar com o meu filho Gonçalo. No sábado passado, cerca da 14h00m, numa das muitas ligações que fiz o Gonçalo atendeu e falou comigo. Curiosamente, pese embora as tantas vezes que tentei ligar, a primeira coisa que o meu filho me disse foi "Ah! Já não me falavam há muito tempo!"...Fiquei por segundos calado e incrédulo. Para além de não me atenderem e não responderem às chamadas ainda tentam convencer o meu filho de que não lhe telefono, de que não me preocupo com ele!
Com o Gonçalo tenho a grande vantagem de nunca lhe ter mentido, de termos uma relação de confiança e cumplicidade, o meu filho, embora distante sabe que conta sempre comigo e, por essa razão, mal lhe disse que tenho ligado sempre, mal lhe disse que nunca me esqueço dele senti a tranquilidade na sua voz e não tenho dúvidas de que ele acreditou na minha palavra. De uma ou de outra forma, por cautela aqui vou guardando as provas das minhas tentativas de contacto. Pedi-lhe para me ligar de vez em quando. O meu filho nunca me liga, nunca é estabelecida uma ligação de Angola para cá e, sinceramente tenho a certeza de que ele sente saudades do pai e pensa em falar mas...a quem o vai pedir?
Acabamos o telefonema a falar do João e na vontade que sinto de os apresentar e ver juntos...em breve...para breve.
...post às 23h30m num dia em que, pese embora tudo o que aconteceu de positivo não me sinto com muita vontade de escrever, de partilhar sentimentos ou emoções. Exausto! Ansioso por ter a minha família junta, tranquila, em paz...

11 comentários:

Shakti disse...

Acredito que estejas cansado ...exausto...mas um dia tudo irá terminar !!!

bj e bom ano lectivo!!

Ana Santos disse...

Fico contente em saber que finalmente conseguiu falar com o seu filho Gonçalo.
Há que nunca perder a esperança de conseguir, há que tentar sempre, embora por vezes venha o desânimo.
Ana e seus tesourinhos

Eu e Ela disse...

Nem é para menos essa exaustão!

Fico muito contente que tenha conseguido falar, finalmente, com o Gonçalo.

Sigo recentemente o seu blog e anseio por assistir a um final feliz!

Muita força e persistência é o que lhe desejo!

Cumprimentos.
Cristina

Cristina Magalhães disse...

Lamento esta situação. Acho inacreditável como se pode usar um filho desta maneira... Amará esta mãe o seu filho? A mim parece-me que não. Ou então ainda não descobriu, para infelicidade dela, o verdadeiro significado da palavra AMOR.

Cristina Magalhães disse...

Esta mãe infelizmente ainda não aprendeu o verdadeiro significado da palavra amar. Quem ama faz tudo pela felicidade do filho. Infelizmente nunca deve ter tido a felicidade de saber amar.

Cristina Magalhães disse...

Infelizmente esta mãe não teve a felicidade de saber o que é o Amor. Se soubesse jamais seria capaz de estar a fazer sofrer o filho como está. Como é possível ser-se assim? Que falta de humanidade...

Filipa disse...

Sérgio,

Fico contente por teres conseguido a ligação, imagino como é bom ouvires a voz do teu menino!!

Não desesperes, esperemos que o mês de Outubro "nos" traga as necessárias, adequadas e justas decisões!!!

Beijinhos para todos

Rita disse...

fico feliz por saber que finalmente falaste com o Gonçalo!
não tenho comentado mas passo por aqui sempre que possivel...
a exaustao é normal, mas acredito piamente que serás recompensado por toda esta espera e que em breve terás o teu filho junto a ti para serem então uma familia feliz e completa!
bjs nossos
www.luanaedaniel.blogspot.com

Martinha disse...

Subscrevo inteiramente o que a Cristina Magalhães disse.
Mas provavelmente a mãe do Gonçalo, estará convencida de que não está a fazer sofrer o filho!
Até onde irão as certezas dela?

Amar um filho é desejar que ele seja feliz e amado naturalmente pelo pai e mãe que o conceberam, e não como a mãe caprichosamente e de forma egoísta, idealizou.

Carla e Diogo disse...

Finalmente!!!
É uma tristeza alguém fazer com que o Gonçalo pense que o pai não lhe liga...

Carla

Marina disse...

Olá Sergio!
Fico contente por ver que finalmente conseguiste falar c o Gonçalo.
Bjs p voces e tb p o Joao!!!