quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

E as novidades são...

...inacreditáveis!
Escrevo este texto com um sorriso nos lábios e sem sentir, verdadeiramente a dor! Estou como que "adormecido" e com a sensação de que muitas horas passarão até que volte a ver o Gonçalo.
Hoje, finalmente realizou-se a conferência de pais adiada por três vezes desde Julho. A mãe do meu filho compareceu, acompanhada pelo pai e pelo advogado. Eu, como sempre, lá estava. Depois de cerca de uma hora à espera fomos chamados. Quando entrei na sala senti uma enorme distância entre nós, o Juiz e a Procuradora do Ministério Público. Entre a minha cadeira e a secretária deles havia uma distância que nunca me pareceu tão grande. Sentei-me depois de afastar a minha cadeira da cadeira da mãe do Gonçalo e ouvi qualquer coisa como isto: "Ora muito bem, vamos então fazer aqui um acordo. A mãe do Gonçalo pode trazer o menino a Portugal uma vez por ano, em Dezembro e o menino fica com o pai 3 a 4 semanas"!!! Ouvi e fiquei em silêncio. Todos falaram, todos deram a sua opinião. O Senhor Juiz entende que os 14 meses de incumprimento da mãe são justificados pelo facto do Gonçalo ter estado em aulas! Como sabe ele que o Gonçalo esteve em aulas? Não sei mas, pelo que vi e ouvi o Senhor Juiz apenas se baseou na palavra da mãe do meu filho :) Sorri! Levantei o dedo e disse: " O Senhor Dr. está a pedir a minha opinião?"...resposta: "Já agora"! JÁ AGORA??? ...e eu disse "Aceitar um acordo como esse será premiar os incumpridores, neste caso os incumprimentos da mãe do Gonçalo. Como poderei justificar aos meus filhos que só se vão ver uma vez por ano? Não há acordo algum. Não acordo. A mãe do Gonçalo nunca honrou em cinco anos um único acordo, não honrou este e não vai honrar os próximos. Assim sendo, não há acordo". Fui determinado, peremptório e firme no meu tom de voz.
Senti o gélido silêncio da sala. Ninguém proferiu uma só palavra. A mãe do Gonçalo sequer ousou defender-se, o advogado dela baixou o olhar e, segundos depois vi o Juiz fechar o processo e dár-nos ordem de saída. Aguardamos agora as próximas notícias. Tudo indica que será marcada uma audiência de julgamento para inquirição das testemunhas. Mais um mês? Nem sei...
O Gonçalo? Não sei...O Juiz não me pareceu preocupado em querer saber onde ou com quem está o meu filho! Mais grave, o Ministério Público, defensor do menor, nada disse!
Aqui estamos...
Já iniciei a redacção das queixas com as quais vamos prosseguir.
O processo no Tribunal de Família e Menores do Porto vai continuar e eu, cansado e firme ,não vou desistir! Não deixo que me façam desistir do meu objectivo: Ser um pai presente na vida dos meus filhos!
A todos o meu sincero obrigado em meu nome e em nome da minha familia.

37 comentários:

Rute disse...

É triste, mas infelizmente a nossa magistratura é (salvo cada vez mais raras excepções) cobarde e comodista.
E, nestes processos, as mães continuam a ser poderosas, e os pais excluidos da vida dos seus filhos... neste âmbito, o chamado "sexo fraco" mostra as garras da pior forma.
Tentem tudo: queixa-crime (agora que a alienação parental e o não cumprimento dos acordos tem essa dignidade) e comunicação social. Pode não adiantar, mas os 'nós por cá' e 'tvi' deste país têm o mérito de chamar a atenção de situações injustas e dolorosas como esta.
Força!

Shakti disse...

Fiquei de boca aberta...esta justiça ...cada vez me decepciona mais ...

bj

Rita disse...

nem acredito no que escreves! mas como é que é possivel terem-te proposto um acordo assim??? acho que fizeste muito bem em não aceitar, eu faria o mesmo!
deviam era ter mandado a mae do Gonçalo traze-lo ja para portugal e nao ficar em angola com «não-sei-quem»... força, admiro a tua coragem!

beijocas nossas

www.luanaedaniel.blogspot.com

ps: desculpa a ausencia de comentarios

jaime roriz disse...

ó homem! mas você anda nesse frenesim todo e vai para uma conferência de pais sem advogado? Desculpe lá .... mas quer deixar de ver o seu filho? É a mesma coisa que ir para a sala de operações em cirurgião ..... Jaime Roriz ( correio@jaimeroriz.com )

Taxonomista disse...

Se eu fosse um crente, rezava para que lhe fossem dadas forças para poder aguentar mais esta provação. Assim, apenas posso dizer que o admiro imenso.
Apoio-o com toda a minha convicção. A justiça terá que prevalecer.
Um forte abraço sentido

Go disse...

Até me dá vontade de chorar... pela injustiça, pela demora,por si, pela história... pelo Gonçalo!!!
Espero q tudo isto, apesar do tempo q se passe, se resolva...
Enfim!!!

Beijinhos

sofia e os peixinhos disse...

Fizes te muito bem...
Uma vez por ano, até dá para rir...
Beijinhos e força nós estamos a torcer por voces...

Anónimo disse...

Eu, depois de não haver acordo estou à espera, há 1,5 anos que seja marcado o Julgamento.

Um conselho: mete processo-crime por incumprimento agora que, com a nova Lei do Divórcio, é crime.

A alienação parental ainda!!!! não é crime; por isso continuam a alienar pais de filhos com o beneplácito dos Srs. Magistrados.

Nesse caso eu só pergunto o q fazia lá a Sra. Procuradora que supostamente é paga por todos nós para defender, neste caso, o Gonçalo.

Os Srs. Magistrados nem indagaram do paredeiro do menino, com quem estava e por que motivo????

Mas que mãe é esta que deixa o filho não sei com quem no outro hemisfério????

Se fosse num país civilizado davam-te a custódia do teu filho....

Um Abraço e vai para a Comunicaçaõ Social enquenato é tempo...

Não esperes nada deste sistema judicial no que diz respeito à defesa de menores; eu sei-o por experiência própria, eu e os meus filhos; de momento apenas posso almoçar com eles de 15 em 15 dias pq a mãe, q é alienadora parental, arranjou uma história rocambolesca e perversa q.do estive de férias com eles da última vez q o pude fazer ( há 2 anos!!!!).

Este é o país que temos.....

Enquanto n formos para a Comunicação Social e n reinvidicarmos o acesso a uma Justiça que impeça a alienaçaõ parental tudo vai ficar na mesma.

Junta-te à associação Pais para Sempre (Jaime Roriz tlm. 932512155).

Um Abraço e FORÇA!!!

Luís Pires

Cindy disse...

Pelos menos a mãe apareceu.
Mas, não teve oportunidade de dizer que o seu filho está em Angola com estranhos??? Isso é que eles deviam saber.

Um beijo e força!

Sandra Silva disse...

Pelo menos o tribunal ficou a saber desta situação de irregularidades por parte da mãe do Gonçalo e da tua defesa. O que é estranho é o nome do Gonçalo não ter sido mencionado, nem mesmo para saber do paradeiro do menino. Afinal estamos a falar do Tribunal de Menores.
Força. Os justos serão recompensados.

Nós os cinco disse...

Fizes-te muito bem não concordar...fiquei de boca aberta com a atitude do Juiz nem se questionou onde andava o Teu menino???
Isto não é nada normal!!!

Carlos disse...

Caro amigo,

O que fez é tão só o que devia ser feito.Eu, infelizmente, tenho um caso semelhante ao seu, -felizmente para mim bem menos grave porque consigo estar com o meu filho embora ele raramente pernoite em minha casa e os períodos de férias são muito curtos e certamente não por vontade minha.

Quando for à Conferência de pais vou-me inspirar em si, pois também no meu caso a mãe nunca cumpriu o acordo que comigo estabeleceu há 10 anos e nunca o cumprirá.

E, também como no seu caso, eu cumpro integralmente as decisões judiciais.

Aprecio muito a sua persistência e a sua calma (apesar de tudo) e estarei sempre aqui, apesar de não o conhecer a dar o meu humilde contributo.

Força e não desista!!!

1gota disse...

Leio-te já algum tempo e sem nunca comentar porque pouco há a dizer. Mas hoje tenho uma palavra: VERGONHOSO! A justiça e a falta de amor que a mãe do teu filho tem por ele (porque só pode!).

Luta pelo teu filho!

:*

Filipa disse...

Ontem, assim que enviaste o e-mail, vim aqui espreitar. Li com atenção ... mas fiquei sem palavras. Não comentei. Hoje regresso ... mas continuo sem saber o que dizer!! Sinto vergonha de ser Portuguesa!!!

Beijinho e muita força e coragem para continuares a lutar pelo Gonçalo!!!

Mae Princesa disse...

Fizeste muito bem em não aceitar migalhas!!!!Quanto à nossa justiça, é sem palavras!!!
Força para ti e para a tua familia!

Liliana disse...

Ola Sergio

E triste cada vez mais triste e decepcionante ver que os nossos tribunais estao cada vez pior na forma de agir.Acho que fizeste muito mas muito bem em nao chegares a acordo no regime das visitas, mas isso la tem logica, tu nao es pai para o seres por 3 semanas por ano, es pai, para estar ao lado do teu filho para ve-lo a crescer, para o ajudar a tornar-se num jovem e futuro homem digno e com valores que sinceramente a mae dele nao e a pessoa indicada para os transmitir ja que padece de carencia dos mesmos...

Toda a Força para continuares nesta luta

Beijinho grande

PS:A Xana privatizou o blog? Nao consigo aceder a ele

Eu disse...

Inacreditável...
Força e coragem. No final a justiça terá de ser feita.

Um abraço,

Tiago Afonso disse...

sera que é desta sergio?? sera que é desta que vais ter o gonçalo contigo?
se nao a justiça de portugal nao é comprencivel! um abraço deste teu ex aluno.
Tiago Afonso

Odele Souza disse...

ã alguns juízes, além de competência falta sensibilidade. É o que já pude comprovar nos 10 anos em me debate na justiça brasileira para ver respeitados os direitos de minha filha.

E aí Sergio,em teu país, parece ser igual. Esta luta desgastante a que nos obrigam já faz da justiça, uma justiça injusta.

Um forte abraço pra ti.

Joaquim Oliveira disse...

Ora bem,

Não há muito a dizer. Não estou surpreendido.

Comecei a ler o blog por afinidade com o problema que tens embora nesta fase numa escala muito menor mas que facilmente poderá caminhar para algo parecido. Li-o na integra em poucas horas.

Respeito a tua atitude de concordância com os tribunais e essa paciência de Jó para com a justiça.

Estou disponível para te ouvir e falar contigo pessoalmente. Vivo no Porto e sei bem que nestas alturas é muito importante falar com muita gente e partilhar experiências.

Eu não aguentarei 1/10 daquilo que aguentas.

Tenho a tua postura quanto ao respeito pela lei em questões materiais mas no que diz respeito ao meu filho quando ele me faltar uns dias é o mesmo que me faltar o ar e por isso no dia em que a mãe dele jogar 10 eu vou jogar 100 e peço para ver as cartas dela. Quero com isto dizer que não confio nos tribunais para resolver problemas urgentes em tempo útil e o meu filho tal como o ar que eu respiro é para mim algo urgente. Por ele dou tudo o que tenho.

Conta comigo e conta com a Associação Pais para Sempre. Quando precisei - e ainda vou precisar - foram um ombro amigo e a causa é mesmo nobre.

Se quiseres, quando quiseres é só chamar.

100% solidário nesta luta contra filhos orfãos de pais e expatriamentos sem sentido.

Cumprimentos

Joaquim Oliveira
917613660
celtic_pt@hotmail.com

Inezoca disse...

Todas as moedas tem 2 faces. Aqui tem razão. A mãe também deve achar que tem razão, mesmo que seja por algum motivo imaginário. Com isto quero dizer, que se calhar terá que impor asua razão de uma forma mais "agressiva" e sendo uma pessoa razoável como parece, quando tiver o "poder" do seu lado, mostrar que é justo. Parece-me que aqui o meio termo não funciona que terá que agarrar no assunto e usar todos os instrumentos ao seu alcance para ser ouvido e dar ao seu filho um direito fundamental da criança: ter pai e mãe.

Anónimo disse...

Força, não desistas! Tenta tudo e mais alguma coisa e pode ser que encontres um (a) juiz (a) mais receptivo e compreensivo. Em todo o caso, não me parece que, após fazer 18 anos, o teu filho queira continuar num país como Angola, se tiveres oportunidade de lhe mostrar o nosso bem-amado Portugal e tudo o que podes fazer por ele. Poderás ser "ausente" até essa altura mas tenho a certeza que poderás recuperar o "atraso"... Força!!!

Liliana disse...

Parabens a voce nesta data querida muitas felicidades muitos anos de vida...

Parabéns Sérgio

Desejo que passes um dia Feliz na medida do possível, acredita que os próximos aniversários que virão serao com os teus dois filhotes a teu lado

Beijinho enorme e parabens por este dia e principalmente por seres a pessoa correcta que és

Happy Day

Mar disse...

Mas como é que podem ser todos tão insensíveis?

Desejo que as próximas notícias sejam as melhores.

Bjs

Liliana disse...

Amigo Sergio(permite-me que te trate assim)

Tens um miminho no meu blog passa la a ver.

Jinho dia feliz

Mae Princesa disse...

Sérgio, a Xana privatizou, logo agora q tinha começado a seguir o blog dela, depois dela me ter pedido convite para o meu...Podes pedir-lhe convite? saravalentim@hotmail.com

Filipa disse...

Sérgio,

Muitos Parabéns pelo teu Aniversário. Que o dia de hoje seja um dia muito feliz, e que muitos mais anos se sigam replectos de muita saúde, alegria, felicidade e amor!!!!!

PARABÉNS PARA TI E MUITAS FELICIDADES!!!

Noc@s disse...

A pedido de uma amiga muito especial :-) Aqui estou eu a Felicitar-te pelas tuas 35 primaveras!!!! Nunca comentei o teu blog e porque não aproveitar este dia para o começar a fazer :-)
Que tenha um dia muito Feliz.
Jocas felizes ;-)

A mamã disse...

parabéns!!!!!!!
que a vida te sorria ...muito
bjs
paula

Mae Princesa disse...

P
A
R
A
B
E
N
S
Pelos 35 aninhos! Muitas, muitas felicidades!

Anónimo disse...

LAMENTAVEL!!!
Nem acredito no que li...estou SEM palavras:(

E por uma amiga da blogosfera fiquei a saber que fazes anos hoje por isso,PARABENS e que a vida te sorria!

Beijos

Anónimo disse...

Parabéns, Sérgio, que hoje completas mais um aniversário!
Beijinhos,Sofia,Pedro e Joana

Mamã e Tesourinhos disse...

EH pá! Quase que me passava ao lado...

Muitos Parabéns! Que tenhas um dia Feliz na companhia dos teus mais queridos!

Que este dia se repita por muitos e bons anos cheio de Saúde e Felicidade.

Fica bem.
Bjs.

MamãdaDiana disse...

Parabéns a você, nesta data querida, muitas felicidades muitos anos de vida!!!!!!!!!!! he he he

Parabéns pelos 35 anos de vida! Muitos , muitos mais venham com todos os teus desejos concretizados

Beijinhos

Viva La Vida disse...

Não percas essa determinação!
Infelizmente a mãe do teu filho não te permite agir de outra forma.

Força Sérgio

Rui Relvas disse...

Luta, mais luta, mais luta!e as coisas nem com a mudança da Lei, mudam! TUDO NA MESMA! Ninguem quer saber. Todos têm uma posição a defender e a manter. Esses senhores Juizes, só mantêm o seu assento, de resto não querem saber se um Pai sofre, muito menos se uma criança a quem eles devem a sua DEFESA, se está triste, a sofrer, com saudades ou mesmo aterrorizada!
Minha nossa, o caminho mais facil sem duvida é a desistência. Eu não teria a sua infinita paciência (por vezes de "JO"). Essa mãe é um absurdo, um insulto a todas as mães, uma aberração em termos de sentimentos, um MONSTRO EGOCENTRICO, primeiro ela, depois ela, a seguir ela, depois ela.....e por fim ela.....cega não ve mais ninguel a volta dela.
Amigo hoje apeteceu-me dirigir-lhe este comentário pq estou mto revoltado. Há 4 meses que sigo a sua historia, conheço cada canto do seu blog, cada palavra sua de afecto, de dor, de desespero, de tormenta, de magoa, de alegria, de honestidade, de verdade.
Um blog escrito durante este tempo todo, um ano não é?! tão bem estruturado onde se escreve com tanto sentimento, onde se manifesta a palvra mais bonita AMOR, não poderia revelar, qualquer mentira como não revela. Eu acredito-me em si, nos seus e no Gonçalo. Um dia esses senhores que deviam defender o Gonçalo tambem verão a verdade...espero que não muito tarde.

Um abraço,
de um Pai para outro Pai.

MAIS PAIS ASSIM DEVERIAM HAVER...E MAIS MÃES COMO ESTE PAI, TAMBÉM..

RUI PATRICIO RELVAS

Kelly disse...

Parece-me que o SR "Juíz" não lhe apetecia muito julgar que é essa a sua função... Para ele o estatuto de mediador é muito mais conveniente....
Parece impossível que se actue dessa forma e com tamanha irresponsabilidade e insensibilidade....