sábado, 10 de janeiro de 2009

Pasmem!

Pasmem com o que acaba de acontecer!
Desde 2 Janeiro até hoje, pese embora as diversas tentativas, nunca mais consegui falar com o meu filho. Esta manhã, porque não desisto de ser pai, voltei a ligar e o Gonçalo atendeu o telefone. Falamos cerca de cinco minutos e eu perguntei-lhe quando o poderia ir buscar para passar mais algum tempo cá em casa. O meu filho disse-me que ía falar com a minha ex mulher e que me falaria mais tarde. Falou-me há cerca de trinta minutos e vejam o que me disse!? O Gonçalo afirmou que não vinha passar mais algum tempo comigo porque tinha saudades da mãe e ía ter uma festa de despedida!!! Reparem...estamos a falar da mesma criança que, esta manhã me tinha dito que queria passar mais algum tempo comigo. Insisti, perguntei se não queria mesmo vir e, num segundo alguém de lado lhe disse "desliga". A chamada caiu depois daquela palavra proferida por alguém do sexo feminino. Não me aguentei e mandei uma sms para a mãe do Gonçalo a dizer-lhe que lhe queria falar. Liguei e ela atendeu-me. Como, infelizmente sei do que é capaz deixei o meu telefone em alta voz e vejam o que ouvimos para grande surpresa: Que o Gonçalo está a ser acompanhado por um psicólogo por ter sido MOLESTADO, AMEAÇADO e MAL TRATADO cá em casa!!! Ora essa...mas desde quando tenho eu que ouvir este tipo de coisas e continuar como se nada estivesse a acontecer ? Basta! Isto é demais e por aqui estamos cansados de tantos despropósitos e disparates.
Definitivamente a mãe do meu filho entrou num processo de alienação parental que, dependendo da sua contade não terá volta.
Mais uma semana...só mais uma semana e, caso até sexta-feira o Tribunal não marque a esperada conferência de pais vou fazer como todos os outros e levar este caso aos meios de comunicação social e ao Tribunal das Comunidades.
Minha senhora...desde a aprovação da nova lei do divórcio a sua actuação é crime!
Estou farto!
Não volto a ligar para ninguém. É a vez do Tribunal intervir e decidir em tempo e com eficiência. Para bem de todos nós que esta intervenção aconteça em tempo útil, com a minha ex mulher e o meu filho ainda em Portugal. Pelo que sei estarão de partida para Angola dentro de dias!
Este país goza com os pais, goza com os cumpridores mas...não goza para sempre porque todos os seres humanos têm os seus limites. Não é o filho dos senhores magistrados, dos seus familiares ou dos seus amigos por isso..tem tempo, não é? Tem tempo! É o que pensam todos enquanto a minha vida vai andando e o Gonçalo vaio crescendo.

17 comentários:

Teresa disse...

Olá Sérgio e Xana,

Neste momento não me ocorre dizer outra coisa que não seja: Vai buscá-lo! Não permitas que o levem novamente para longe! Leva-o para férias até que o Tribunal marque a sessão e aparece com o miúdo no dia e data marcados, pois assim provavelmente a progenitora do Gonçalo vai aparecer.
Não esperes autorização, põe-te à porta da casa onde ele está e leva-o quando ele sair da porta!
Tudo tem limites!!!!
E se precisares de ajuda, cá estamos.
Beijos e Força,
Teresa

Anónimo disse...

Não pode ser.
Sou teu vizinho, isso mesmo vivo no mesmo andar, quase paredes meias e o que vi no mês passado foi uma criança feliz, divertida, simpatica a sair da tua viatura. Uma criança muito comunicativa no elevador no patamar quano estava acompnahda por vocês, falou comigo duas ou três vezes com grande facilidade.
Nunca ouvi nem vi qualquer situação que me levasse a pensar que havia problemas. Até custa a xcreditar que já nao vias o teu filho há imenso tempo. Ele parecia-me completamente integrado e adaptado à tua familia e á tua casa.
Assim, não sei como se resolve neste país de injustiças estas situações. Mas o que eu sei é que se o Gonçalo está a ser acompanhado por um psicólogo por ter sido MOLESTADO, AMEAÇADO e MAL TRATADO não foi neste Edificio nem foi em tua casa.!!!
Tens a minha solidariedade, porque o que eu sei, foi que em Dezembro nem eu e nem ninguém neste edificio se queixou (e sabes que havendo algo dirigem-se a mim)de algum problema nem de barulhos, nada.
Faz o que puderes e não penses com a cabeça, pensa com o coração.

Um abraço
J.Vilela

Tiago Afonso disse...

Ola sergio.

depois do que vi nao sei o que dizer... o que se esta a passar passa para alem dos meus limites de comprenção... sei que estas meras palavras nao podem fazer com que tenhas o Gonçalo mas quero que saibas que es uma exelente pessoa e tu mais que ninguem merece ter o seu direito como pai.

Um abraço do teu ex-aluno Tiago Afonso

Márcia disse...

Eu concordo com a Teresa...não o deixes ir embora!
Muita força para os dois,
Márcia

Anónimo disse...

Quando parares de mandar a merda do spam pode ser que isso mude.

Respeita para seres respeitado.

Filipa disse...

Sinceramente nem sei que diga.

Acho que essa acusação não faz nenhum sentido, mas pelo que oiço, está na moda as mães acusarem os pais de maus tratos.

Participam essa situação ao tribunal, que em vez de deligenciar no sentido de apurar a verdade dos factos, primeiro decretam o afastamento da criança do progenitor e depois quando houver tempo ou meios investiga-se.

Enquanto isso, a criança cresce, e as marcas ficam.

Quanto a ires buscá-lo, é uma hipotese, mas sabes que incorres num crime, e como já escrevi à dias, para alguns (os cumpridores que por desespero arriscam e incumprem) a justiça é eficaz e implacável. Não te aconselho.

Para além do Gonçalo que é teu filho e que muito amas, tens a Xana e um bébé a precisar de ti por perto.

Recorreres à comunicação social embora seja complicado pela exposição a que és obrigado, pode ser de facto uma forma de pressão e por isso, uma hipotese a considerar.

De uma coisa é certa, a situação assim não pode ficar. Tendo em conta as acuações que te fazem, a mente da tua ex-mulher é maquiavélica e por isso, os traumas provocados ao Gonçalo podem ser graves e irreparáveis.

Mas qual é a mãe que é capaz de uma coisa destas? É incrivel e lamentável que as pessoas desçam tão baixo para atingirem os seus fins.

Será que ela permitiu a ida do Gonçalo á tua casa, de forma premeditada, para surgir agora com esta acusação?

Imagino como te sentes. Passamos por coisas na vida, em que a palavra revolta, é pequena para exprimir o que sentimos!!

Tem calma e coragem Sérgio. Temos que pensar que a justiça é lenta, mas não tardará, e não permitirá a essa mulher, que atente mais contra a estabilidade emocional do teu filho!!

Um beijinho

Mamã e Tesourinhos disse...

Sérgio,
Infelizmente não me surpreendeu o que acabaste de relatar, atendendo ao que já se sabe que a mãe do Gonçalo tem feito, e também por já ter sofrido um pouco na pele a maldade das pessoas e do que elas são capazes de dizerem e fazerem, nada me surpreende.
Concordo com a Filipa, continua a ter calma e tentar resolver tudo pela legalidade - tens a Xana e o João que dependem também de ti.
A Justiça há-de ser feita!

Maria Carloto disse...

Concordo com a Teresa... Se fosse a ti ia buscá-lo!! Corres o risco de eles irem embora e nunca mais o veres... =/
Acho que fazes muito bem em ires para a comunicação social!! Se fosse a ti começava já hoje a tratar disso... Qd o Gonçalo estiver em Angola infelizmente já não há nada a fazer...
Vai ao tribunal e exige ser ouvido!! Porque para serem válidas as acusações que ela fez ela tinha de ter apresentado queixa, coisa que não deve ter feito, e seria o proprio tribunal a nomear uma psicologo e a pedir uma avaliação do Gonçalo. Antecipa-te a ela e pede que o Gonçalo seja avaliado e mais... Apresenta queixa contra a tua ex-mulher por injuria e calunia.
Tens sido do mais correcto que já vi mas está na hora de esqueceres que ela é mae do Gonçalo e tua ex-mulher e tratá-la como ela te trata a ti!
*Boa sorte

Liliana disse...

eu nem sei o que dizer sergio,se por umlado deves cumprir a lei,por outro nao podes permitir que ela leve o teu filho, e penso que a comunicaçao social seja umadas hipoteses para demontrares este caso que esta a afectar um pai empenhado e um filho muito amado e adorado...nao desistas sergio,luta sempre pelo teu filho

Muita força emuita coragem,mas se nao consegues pelo bem vai pelo caminho que te seja masi facil chegar ate ao teu filho

Beijinhos aos quatro

kel disse...

Mas que raio de mãe é essa mulher? para além de privar o filho de estar com o pai ainda tenta afastá-lo para sempre e inventa coisas maquiavélicas? isto está a tornar-se gravissimo,a tua ex mulher só pode estar doente! isso sim põe em risco o Gonçalo e o tribunal vai ter de actuar. Acho que deves avançar sim! vai para os meios de comunicação social, faz o que for preciso porque o Gonçalo não pode continuar longe de ti, contigo ele está bem, com a mãe não sabemos.
Estou do teu lado, sempre! muita força! acredita a justiça var ter de ser feita.
Beijinhos e força!

Mar disse...

É mesmo de pasmar! Tanta permissividade para passares aqueles dias com o Gonçalo tinha de ter algum objectivo.
Concordo contigo: não deves continuar à espera que se faça justiça enquanto, para já não falar de ti e de toda a tua família, o teu filho sofre na companhia da mãe.
Recorre a todos os meios para conseguires ficar com o teu filho, nem que para isso tenhas de te expor.

Força

Beijinhos

Nós os cinco disse...

Olá Sérgio Sinceramente nem sei que diga.
Mas em relação ao recorrer á comunicação social acho que era mesmo uma boa ideia, ás vezes e infelizmente só quando o Governo vê na TV é que age e toma atitudes!
Em relação há hipótese de o ires buscar...já acho que não é a melhor!Mas olha isso só tu o podes decidir!
Olha a mãe do G. precisa mesmo é de apoio psicológico, pois se tivesse no seu estado normal jamais tinha atitudes dessas...
Força!

Carlos disse...

Caro amigo,

Não devia ter entregue o Gonçalo porque a sua ex não tem nenhuma intenção de cumprir o que quer que seja e a justiça não funciona.

E só entregue o Gonçalo quando os senhores Juízes (diz muito bem, não são os filhos deles, por isso há todo o tempo do mundo) resolverem tomar uma decisão que salvaguarde os interesses de pai e filho.

Eu, que vivo um caso de alienação parental embora com contornos bem menos gritantes, sei o que é sofrer por não se poder privar com o nosso filho E ESTOU TOTALMENTE SOLIDÁRIO CONSIGO.


Mas já agora sugiro que ponha o Estado em Tribunal, peça uma choruda indemnização, e vá até às últimas consequências.

embora isto não lhe restitua o convívio com o seu filho se todos fizermos isto talvez um dia o Estado tenha algum respeito pelos seus cidadãos.

As Minhas Pinxesas disse...

Força!!!!!!!
Nem sei que diga face a tamanho disparate.
Beijinhos
Xana

Anónimo disse...

Não é verdade que o Gonçalo foi maltratado pelo pai ou em casa dele. Só o vi uma vez mas adorei. è um miúdo esperto, alegre, comunicativo e muito vivo.
Se estivesse infeliz com toda a certeza que não estaria assim nem poderia fingir. Ninguém acredita que uma criança possa mentir.
Adultos sim...esses mentem!

Anónimo disse...

Boa noite... o meu comentario de nada serve mas o meu pensamento está convosco... não vos conheço mas pelo o que li o Gonçalo foi feliz nos dias que aí passou... penso com os meus botões se eria capaz de tl crueldade com os meus filhos caso me separasse do pai deles... só espero nunca ser capaz de tal crueldade... maldade...
Lute com todas as suas forças... mas aja dentro da lei... lembre-se que vem a caminho mais um filho que também precisa de si e que o Gonçalo também precisa... não ponha em causa a vossa felicidade e liberdade... eu rejo-me por um pensamento na vida: pensamentos positivos atraem energias positivas... como tal é desta forma que penso e "torço" pela vossa familia... Coragem...!
Maria &Companhia

Anónimo disse...

Boa noite... o meu comentario de nada serve mas o meu pensamento está convosco... não vos conheço mas pelo o que li o Gonçalo foi feliz nos dias que aí passou... penso com os meus botões se eria capaz de tl crueldade com os meus filhos caso me separasse do pai deles... só espero nunca ser capaz de tal crueldade... maldade...
Lute com todas as suas forças... mas aja dentro da lei... lembre-se que vem a caminho mais um filho que também precisa de si e que o Gonçalo também precisa... não ponha em causa a vossa felicidade e liberdade... eu rejo-me por um pensamento na vida: pensamentos positivos atraem energias positivas... como tal é desta forma que penso e "torço" pela vossa familia... Coragem...!
Maria &Companhia